segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Mais de cem peregrinos hindus morrem esmagados num templo na Índia

Corpos em ponte após tumulto em frente a um templo na Índia (AFP Photo, STRDEL)

Pelo menos 109 pessoas morreram esmagadas quando participavam numa celebração num templo hindu, no estado de Madhya Pradesh, região central da Índia.

Uma multidão de peregrinos atravessava uma ponte sobre o rio Sindh, situada junto ao templo de Ratangarh, na cidade de Datia, quando correram rumores de que a ponte poderia desabar depois de ter sido atingida por um veículo pesado.

Foi isso que provocou a confusão, disse à agência AFP D.K. Arya, responsável da polícia de Datia.

Muitos dos que morreram foram pisados pela multidão, mas várias pessoas ter-se-ão também afogado depois de se terem lançado ao rio para escapar ao movimento de pânico.

“As últimas informações recolhidas no local indicam 109 mortos e 133 feridos”, disse nesta segunda-feira à AFP, por telefonte, Anand Mishra, da polícia local. O balanço anterior era de 91 mortos. Fontes policiais indicaram que 20.000 pessoas estavam na ponte sobre o rio Sindh quando a confusão começou.

As festividades hindus, a que acorrem sempre grandes multidões, têm sido marcadas por dezenas de incidentes do género. No mesmo local, um acidente semelhante provocou dezenas de mortes em 2006. Um dos piores casos ocorreu em 2008, quando 220 pessoas morreram esmagadas no templo de Chamunda Devi, em Jodhpur, recorda a BBC.

http://www.publico.pt

Nenhum comentário:

Postar um comentário